Gustavo Franco

Debates

Paulo Aragão, Luiz Alberto Rosman, João Laudo de Camargo, Maria Isabel Bocater e Arnoldo Wald sobre dispositivo da nova Lei das S/As limitando o escopo de atuação dos membros de conselhos de administração

Em A nova lei das SAs e o “conselheiro laranja” (OESP, 30.09.01),  escrito em colaboração com João Laudo de Camargo, argumentamos que a nova lei “vinculava” excessivamente Conselheiros a acordos de acionistas em detrimento da boa governança corporativa. A tese foi contestada por Paulo Cezar Aragão em Conselheiros e acordos de acionistas (OESP 07.10.01) e reafirmada em Conselheiros-Laranja por João Laudo de Camargo e Maria Isabel Bocater e posteriormente comentada em Acionistas e administração de Luiz Alberto Colonna Rosman (JB, 30.10.01) e também por Arnoldo Wald em A nova lei das S.A. (FSP, 19.10.01)

Voltar