Debates

CPI do BANESTADO

A propósito do Relatório Preliminar da CPI, proposto pelo seu Relator, vale registrar diversas opiniões, todas na mesma direção. O editoriais do Jornal do Brasil O Fim da Trapalhada (JB, 15.12.04); de O Estado de São Paulo A Farsa que se Esperava (OESP, 16.12.04) e A CPI desmoralizada (OESP, 30.12.04); da Folha de São Paulo CPI dos Erros (16.12.04) e CPI Desastrosa (FSP, 29.12.04);  e de O Globo Uma Chance (15.12.04) e Desserviço (19.12.04). Veja também os artigos de opinião escritos por Jânio de Freitas Os Anos dos Bilhões (FSP, 16.12.04), Dora Kramer A PF Ostenta mas pelo menos faz: a CPI do Banestado cumpriu com maestria o seu destino, desmoralizou de vez asCPIs (OESP, 17.12.04); Luis Nassif A CPI das CPIs (FSP, 17.12.04) Dionísio Dias Carneiro A Divisa Sagrada e o Rinoceronte Normal (OESP, 19.12.40). Veja também a matéria da Veja (edição de 22.12.04) Mentor do Fiasco, a de Primeira Leitura, e trechos de entrevista do Ministro Antonio Palocci para O Globo (22.12.04).  Veja também a entrevista do ex-ministro Pedro Malan A CPI confundiu política pública com irregularidade para Fernanda Medeiros de O Globo (15.12.04) e o belo artigo de Guilherme Fiúza O galo vai cantar para o site No Mínimo (22.12.04). Veja também o artigo de Emilio Garofalo Filho, Colunista do DiárioNet, Câmbio, CPI do Banestado, Franco... Câmbio flutuante é uma conquista do País. Gustavo Franco conduziu o modelo escolhido, com coerência e devoção. E sempre demonstrou honestidade pessoal e intelectual (24.12.2004). No mérito, o leitor interessado nos temas de regulamentação cambial trazidos pela CPI pode seguir, logo abaixo, a discussão sobre a desregulamentação da conta da capitais, em especial o ensaio escrito por mim em parceria com Demóstenes Madureira do Pinho. Veja também o meu Depoimento na CPI do Banestado, em 22.07.03 e transcrição dos debates. Tempos depois, a CPI do Mensalão, em 2005, traria novas luzes sobre a CPI do Banestado. Veja a matéria ESCÂNDALO DO "MENSALÃO" / HORA DAS PROVAS, Documento, no valor de R$ 60 mil, foi achado no escritório de advocacia do deputado, CPI exibe cheque de Valério para José Mentor, deputado do PT de Fernando Rodrigues, Marta Salomon e Rubens Valente (FSP 22.07.2005).
Veja também Mentor recebeu R$ 120 mil de Marcos Valério de Bernardo de la Peña, Demétrio Weber e Gerson Camarotti (O Globo, 22.07.05). O Deputado José Mentor teve a sua cassação recomendada pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, mas, em plenário, não houve “quorum” para a aprovação de sua cassação. 

Voltar